Otim Alpha 

  • Spotify - Black Circle

UG

Otim Alpha é o pai do Acholitronix, música de dança high tempo, que cruza a música tradicional do norte do Uganda com a produção electrónica e inflama pistas de dança em todo o mundo. Colaborações recentes com alguns nomes famosos como Damon Albarn e Hackett (Gorillaz) trouxeram merecidamente ao artista uma maior visibilidade. Apresentado pelo diretor do festival da Unsound como alguém que “todo festival europeu deveria ter ", ele cumpre consistentemente o seu slogan "Otim nunca falha"

O músico e cantor ugandense começou a sua carreira musical em cerimónias de casamento na sua cidade natal, Gulu City. Mestre do  adungu e nganga - instrumentos ugandenses com uma impressionante semelhança com a harpa - e um dos poucos músicos a transmitir as tradições folclóricas acholi, começou a reinterpretar os sons das canções locais de casamento com a ajuda de um computador. Quase duas décadas depois, as suas experiências pioneiras inspiraram um universo emocionante, sintetizando sons electrónicos e instrumentação tradicional num género polirrítmico acelerado, preparado para a loucura das pistas de dança.

Em palco, é uma festa garantida, como já pôde comprovar o público de festivais europeus como o mítico Roskilde, na Dinamarca, ou o Rewire, na Holanda e da feira Womex 2019 onde esteve a apresentar o seu mais recente disco “Tongwen”, editado pela Hakuna Kulala.

EDIÇÕES:

Gulu City Anthems (2017, Nyege Tapes)

Egoli (2019, Africa Express)

Electro Acholi Kaboom (2019, Nyege Tapes)

Tongweno (2019, Hakuna Kulala)

PRESS

“Otim is still making one of the most furious electronic music from East Africa, and Tong Gweno is the latest example of that”

in Pan African Music, Sept. 2019

 

“You may not have heard of electro acholi, but Otim Alpha’s (...) deserves to make the genre every bit as popular as South Africa’s Shangaan electro” 

In FACT MAgazine