Orkesta Mendoza

  • Spotify - Black Circle

USA

Misturando estilos tradicionais mexicanos como a cúmbia, o mambo e o mariachi com uma aguçada sensibilidade de rock indie e uma eletcrónica arrojada, Orkesta Mendoza é uma banda de inegável vibração. Música potente e vigorosa, tocada com o foco e a dedicação de uma banda de músicos verdadeiramente excepcionais.

Liderada pelo multi-instrumentista Sergio Mendoza, a música de Orkesta Mendoza evoca a mistura cultural e musical idiossincrática da fronteira mexicano-americana, enquanto homenageia o ritmo e o humor do rock dos anos 60 que Mendoza cresceu a ouvir. A Orkesta Mendoza é portanto  o registo sonoro de uma fronteira e a obras-primas que podem ser alcançadas num ambiente de intercâmbio cultural intenso e honesto.

Sergio Mendoza nasceu em Sonora, no México e desembarcou em Tucson na adolescência. Formou a Orkesta Mendoza em 2009, de um projeto de tributo único ao rei mambo cubano Perez Prado. O projecto foi um sucesso e nunca mais parou. Evoluiu para uma big-band "indie-mambo" em ritmo acelerado.

Descrito por Joey Burns, de Calexico, como “épico e emotivo”, o último álbum de Orkesta Mendoza,  foi editado pela Glitterbeat, que recentemente venceu, pelo terceiro ano consecutivo, o prémio WOMEX como melhor editora de world music.

 

Focado, feroz e lindamente executado por um grupo de músicos soberbos, “Vamos a Guarachar!” é um álbum que combina totalmente com as explosivas performances ao vivo da banda.

PRESS

“A Orkesta Mendoza é, neste momento, uma das principais atracções do circuito da world music internacional. E o que é que nós, portugueses, temos a ver com isto? Curiosamente, muito: Raúl Marques – o mesmo que em tempos fez parte dos Bandemónio de Pedro Abrunhosa, liderou o grupo Raúl Marques & Os Amigos da Salsa e mantém agora o grupo Olivenza (ao lado da cantora espanhola Cira Fernandéz) – é o trompetista (e guitarrista e co-vocalista) da Orkesta Mendoza.”

Antonio Pires in O Fado

 

“A sunny-side-up mix of cumbia, mambo, indie and electronica.”

in fRoots

“¡Vamos A Guarachar! refracts the mambos, cumbias and merengues of Sergio Mendoza’s youth through modernist influences … Great fun throughout … a musically defiant riposte to the virulent separatism of Donald Trump.”

Andy Gill in  The Independent